BLOG

Dica de filme: Lilya 4ever

Quer entender um pouco mais sobre a realidade cruel do tráfico de pessoas? Hoje, a equipe CTETP vêm recomendar o filme Lilya 4-ever (Para Sempre Lilya), do diretor sueco Lukas Moodysson. O filme conta a história de uma adolescente russa chamada Lilya, que é abandonada em sua cidade quando sua mãe resolve deixar o país e se mudar para os Estados Unidos. Sozinha, Lilya tem como único amigo o solitário Volodya, que se refugia em seu apartamento para escapar de sua própria família problemática. Essa história, porém, muda de rosto quando Lydia conhece Andrei. O rapaz, de sorriso bonito e fala convincente, diz que pode levá-la para uma vida melhor na Suécia – lá ela terá um trabalho colhendo veget

Servidão por dívidas - o que é isso?

Você lembra da Morena, da novela Salve Jorge? A moça foi trabalhar no exterior, e chegando lá descobriu que a realidade era muito diferente do que ela imaginava. Se viu obrigada a trabalhar como prostituta, enganada em um país aonde não conhecia ninguém. Quando tentou sair do local, descobriu uma coisa: a passagem, a comida, o salão de beleza, tudo que havia sido pago por seu empregador de bom gosto até ali, agora acumulavam uma dívida impossível de ser paga. Morena, logo no começo da trama, foi avisada que só poderia parar de trabalhar quando pagasse tudo que devia. O caso de Morena, no imaginário popular até hoje, ilustra uma modalidade de trabalho escravo contemporâneo reconhecida pelo Di

Você sabia que o Ceará aboliu a escravatura 4 anos antes da Lei Áurea?

"Ceará, Terra da Luz." Hoje, a Clínica de Trabalho Escravo e Tráfico de Pessoas da UFMG vem contar a história da abolição da escravidão na Província do Ceará, que se deu 4 anos antes da Lei Áurea. Junto a isso, apresenta a todos o Dragão do Mar, jangadeiro Francisco José do Nascimento (Chico da Matilde). Ele, homem, negro, de origem humilde, se sensibilizou com a situação dos escravos quando, aos oito anos de idade, começou a trabalhar como garoto de recados a bordo de embarcações e conviver de perto com o tráfico negreiro. Chico afirmou que no Ceará não embarcariam mais escravos, e em 30 de agosto de 1881, fechou o Porto de Fortaleza. Marinheiro, em sua jangada avisava às embarcações no Por

Nossas Redes Sociais
  • Facebook Social Icon
  • YouTube
  • Instagram
Participe!
Assine o nosso manifesto contra o PLS 432/13 e o PL 3.842/12, que pretendem reduzir o conceito de trabalho escravo contemporâneo no Brasil. 
Arquivo

CONTATO

+55 31 9 9449-2272
Endereço 
Av. João Pinheiro, 100
Edifício Villas Boas, Sala 1404

Belo Horizonte, MG 30130-180

Atendimento ao público

Segunda, terça, quarta e sexta

11h30min às 13h30min

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram