BLOG

Maioria dos casos de tráfico de pessoas no Rio está relacionada ao trabalho escravo

A maioria dos casos de tráfico de pessoas registrados no Rio de Janeiro está relacionada ao trabalho escravo. Segundo a assessora de Políticas Públicas da Secretaria Estadual de Direitos Humanos, Sávia Cordeiro, são nordestinos, em sua maioria do Maranhão, que vêm para o Rio de Janeiro para trabalhar na construção civil. Já em nível internacional, a maioria dos casos, segundo a assessora, são de chineses, que entram no país com visto de turista e acabam ficando, sendo explorados no trabalho escravo. Sonora: “Ano passado, atendemos 86 vítimas. Nos últimos três anos, o número consolidado é de 197 vítimas. Sendo que a maioria é vítima de trabalho escravo.” Segundo a assessora da Secretaria Esta

Suspeitos de tráfico de pessoas são acusados de explorar adolescentes paraguaias

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu quatro suspeitos de manter em cárcere privado e explorar sexualmente duas adolescentes do Paraguai. As vítimas já estão no país de origem, apesar de terem manifestado à polícia o desejo de permanecer no Brasil. Além das quatro prisões temporárias, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão no município de Belford Roxo, Baixada Fluminense. O representante legal das meninas no Brasil, Rodrigo Moreira Araújo, brasileiro, e a esposa, Mercedes Lopez, que é paraguaia, trouxeram as meninas para o Brasil como suas afilhadas, tendo a primeira delas chegado ao Brasil há cerca de dois anos. A operação, denominada Coiote, teve o apoio do Judiciário e do

Brasileiros dizem que foram mantidos como escravos por igreja dos EUA

Investigação da AP revela que a igreja Word of Faith Fellowship, na Carolina do Norte, usou congregações no Brasil como fornecedoras de jovens que eram forçados a trabalhar por baixa ou nenhuma remuneração. Quando Andre Oliveira respondeu a um chamado para deixar sua congregação vinculada à Word of Faith Fellowship (Associação Palavra da Fé) no Brasil e mudar para a igreja mãe na Carolina do Norte (EUA), teve seu passaporte e dinheiro confiscados pelos líderes da igreja – para proteção, disseram. Então com 18 anos e preso em um país estrangeiro, ele disse que foi forçado a trabalhar 15 horas por dia, geralmente sem remuneração, primeiro limpando casas para a igreja evangélica secretamente e

Tráfico de pessoas em caminhões põe em risco migrantes nos EUA

Oito pessoas foram encontradas mortas dentro de um caminhão estacionado em um centro comercial em San Antonio, no Texas (EUA), informou a polícia local neste domingo (23). O fato é tratado pelas autoridades como um caso de tráfico de pessoas. A agência France Press fala em outros 28 feridos, possivelmente imigrantes. Todas as vítimas eram jovens e adultos entre 20 e 30 anos, disse o chefe da polícia de San Antonio, William McManus, em entrevista coletiva. Vinte dos feridos estão em estado grave e foram levados a sete hospitais da região. O motorista do caminhão foi detido, segundo o delegado. O veículo foi encontrado graças a um funcionário do Walmart, que resolveu ligar para a polícia quand

Por falta de verba, fiscalização de trabalho escravo e infantil é suspensa no Brasil

As ações de fiscalização do Ministério do Trabalho contra o trabalho escravo e o trabalho infantil irão parar em todo o país a partir de agosto. A informação é do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo. De acordo com a publicação, o contingenciamento imposto pelo governo federal impedirá, por exemplo, que seja comprado combustível para os carros. Assim, nenhum fiscal poderá ir a campo fazer inspeções ou flagrantes. A fiscalização de condições degradantes de trabalho no campo e em obras também será interrompida pela pasta. Em junho, a Polícia Federal suspendeu a emissão de passaportes também por falta de recursos. Mesmo após liberação de crédito suplementar, há grandes chances de outras ár

CTETP visita presídio masculino de Vespasiano

Mais do que somente levar informação, ouvimos as experiências de quem já foi traficada, explorada e conseguiu fugir pra contar sua própria história. Hoje a Clinica de Trabalho Escravo e Tráfico de pessoas em parceria com o História Incomum e com o projeto Casa Alma Livre esteve na ala LGBT do Presídio masculino de Vespasiano para bater um papo super importante sobre tráfico de pessoas com o fim de exploração sexual. Durante os relatos percebemos que a vulnerabilidade social e o exacerbado preconceito contra transsexuais no Brasil são os principais fatores responsáveis pelas altas taxas de tráfico internacional de transsexuais.

Mulher de 68 anos é resgatada de situação análoga à escravidão em MG

Uma denúncia anônima recebida por procuradores do Trabalho de Minas Gerais permitiu o resgate, nesta segunda-feira (10), de uma empregada doméstica de 68 anos que trabalhava em condições análogas à escravidão na cidade de Rubim, no Vale do Jequitinhonha, no nordeste mineiro. Além de não pagar o salário da doméstica, a empregadora, de 50 anos, ainda usava o dinheiro da pensão que a trabalhadora recebia pela morte do marido e chegou a fazer três empréstimos consignados, num total de R$ 9 mil, em nome da empregada. O resgate da trabalhadora foi uma operação conjunta do Grupo Especial de Fiscalização Móvel, composto por representantes do Ministério do Trabalho (MTE), do Ministério Público do Tra

Giftbox sobre trabalho escravo chega ao TRT-MG

Uma caixinha de presente pode trazer surpresas desagradáveis. É com essa analogia que a Tiftbox chega nesta quarta-feira (12) e permanece até sexta-feira (14) no hall da sede do TRT-MG, na avenida Getúlio Vargas, em Belo Horizonte. O objetivo é conscientizar os visitantes sobre temas como trabalho escravo e tráfico de pessoas. Eles podem conferir três histórias reais e impactantes de pessoas submetidas a condições de trabalho degradantes. Foto: Leonardo Andrade A caixa está aberta à visitação do público nesta quarta (12) e quinta-feira (13), das 12 às 18 horas, e nesta sexta (14), das 10 às 18 horas. Nesses três dias em que a caixa ficará no TRT-MG, os visitantes serão recebidos pelas estagi

Resumos aprovados para o evento "TRABALHO ESCRAVO CONTEMPORÂNEO: DESAFIOS E PERSPECTIVAS

No dia 14 de julho, a Clínica de Trabalho Escravo e Tráfico de Pessoas promoverá, em parceria com o Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, Ministério do Trabalho, Escola Judicial do TRT-3, Ministério Público do Trabalho e Ordem dos Advogados do Brasil, o evento "TRABALHO ESCRAVO CONTEMPORÂNEO: DESAFIOS E PERSPECTIVAS", em Belo Horizonte, Minas Gerais. Os resumos foram enviados até o dia 03 de julho. Confira a lista dos aprovados clicando AQUI. Para saber mais sobre o evento, acesse este link.

Trabalho escravo constatado em zona rural de Corinto/MG

No último dia 28, na Fazenda da Garça, situada na estrada velha (de chão) que liga Corinto a Contria, a PMMG em cumprimento a requisição do Ministério Público do Trabalho, no local fez contato com a vítima Sr. Ambrózio de Oliveira Santos de 66 anos, esse relatou que trabalha para o autor José Marques de Magalhães de 47 anos, vulgo “Juquinha”, realizando a manutenção geral da fazenda e recebia o valor de R$100,00 por mês. Ainda segundo Sr. Ambrózio aproximadamente dez anos, data essa marcada pelo nascimento da filha do patrão, ele não recebe nenhuma remuneração pelo trabalho (ininterrupto) de domingo à domingo. Vive em um pequeno cômodo coberto por telhas de amianto, sem banheiro. Ambrózio af

OAB aponta inconstitucionalidades no texto da Reforma Trabalhista

Brasília – O Conselho Pleno da OAB aprovou na tarde desta terça-feira (27) duas preliminares da proposta que trata do projeto de Reforma Trabalhista (Projeto de Lei da Câmara nº 38, de 2017) que tramita atualmente no Senado Federal. Os pontos da proposta aprovados nesta tarde tratam de manifestação da Ordem em repúdio ao regime de urgência com que a proposta tramita no Congresso Nacional e de inconstitucionalidades encontradas no projeto de Lei. Uma Comissão específica formada para apreciar a Reforma Trabalhista apresentou parecer em que identifica inconstitucionalidades à proposta de Reforma Trabalhista. Os apontamentos farão parte de documento que será levado pela OAB ao Senado. “A OAB tem

Prorrogados prazos para Congresso Trabalho Escravo Contemporâneo

A Clínica de Trabalho Escravo e a Escola Judicial prorrogam para o dia 03/07/2017 o prazo para entrega de resumos de trabalhos técnico-científicos sobre o trabalho escravo e que serão apresentados no Congresso Trabalho Escravo Contemporâneo: Desafios e Perspectivas-Novo cenário trabalhista e impactos do enfrentamento ao trabalho escravo contemporâneo, a realizar-se no dia 14/07/2017. Os interessados deverão encaminhar os resumos para o e-mail trabalhoctetp@gmail.com observando os critérios definidos aqui. A publicação do resultado da seleção dos resumos está mantida para o dia 10 de julho de 2017, bem como a apresentação dos artigos no dia 14/07/2017 de 9h às 11h, nas dependências do TRT-3ª

Nossas Redes Sociais
  • Facebook Social Icon
  • YouTube
  • Instagram
Participe!
Assine o nosso manifesto contra o PLS 432/13 e o PL 3.842/12, que pretendem reduzir o conceito de trabalho escravo contemporâneo no Brasil. 
Arquivo

CONTATO

+55 31 9 9449-2272
Endereço 
Av. João Pinheiro, 100
Edifício Villas Boas, Sala 1404

Belo Horizonte, MG 30130-180

Atendimento ao público

Segunda, terça, quarta e sexta

11h30min às 13h30min

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram