BLOG

Clínica na Fashion Revolution Week

A coordenadora da Clínica, Lívia Miraglia, e a advogada Julianna Hernandez dividiram o palco no Museu da Moda - MUMO, em Belo Horizonte, para falar da situação do trabalho escravo contemporâneo na moda e da atuação da Clínica de Trabalho Escravo e Tráfico de Pessoas da UFMG. Confira fotos do evento:

Reforma trabalhista é aprovada no plenário da Câmara

Texto que altera pontos fundamentais da CLT é aprovado por 296 deputados federais O texto base da reforma trabalhista foi aprovado na noite da quarta-feira 26 depois de mais de 10 horas de discussões, rejeição de requerimentos e obstrução da oposição. Ao fim da votação, 296 deputados federais aprovaram a proposta e 177 foram contra. Além do texto principal, há 17 destaques apresentados pelos partidos que ainda serão analisados. O texto do relator Rogério Marinho (PSDB-RN), que substituiu aquele enviado pelo governo, altera mais de 100 artigos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e cria ao menos duas modalidades de contratação: a de trabalho intermitente, por jornada ou hora de serviço,

O que você precisa saber sobre trabalho justo

Essa história começou há muito tempo. No dia 08 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos em NY, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, assim como respeito e igualdade (em relação aos homens). Elas queriam redução da carga horária de trabalho de 16 (oi?) para 10 horas por dia, equiparação de salários com os homens (que ganhavam em média 3 vezes mais pelo mesmo trabalho) além de tratamento digno no local de trabalho. A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fabrica, que foi incendiada. Lá se foram (carbonizadas) aproximadamente 130 tecelãs. Em homenagem a este acontecimen

Roda de conversa: trabalho escravo na moda

A Clínica de Trabalho Escravo e Tráfico de Pessoas da UFMG, em parceria com a Fashion Revolution Week, convida a todos para uma Roda de Conversa sobre o trabalho escravo na indústria da moda, a realizar-se no dia 24 de abril, na Faculdade de Direito e Ciências do Estado da UFMG. O evento será o primeiro de uma série de outros realizados pela Fashion Revolution Brasil: "[...]um movimento internacional criado com o objetivo de aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu impacto." Convide seus amigos! Confira o evento: https://www.facebook.com/events/1682480585101690/ Programação completa da Fashion Revolution Week - Belo Horizonte: https://www.facebook.com/events/410679

Projeto da nova Lei de Migração segue para sanção presidencial

O Senado aprovou nesta terça-feira (18) o projeto da nova Lei de Migração, que define os direitos e os deveres do migrante e do visitante no Brasil; regula a entrada e a permanência de estrangeiros; e estabelece normas de proteção ao brasileiro no exterior. O texto analisado pelos senadores foi um substitutivo (texto alternativo) apresentado pela Câmara dos Deputados ao projeto original do Senado (SCD 7/2016 ao PLS 288/2013). O projeto agora depende da sanção presidencial para virar lei. A proposição estabelece, entre outros pontos, punição para o traficante de pessoas, ao tipificar como crime a ação de quem promove a entrada ilegal de estrangeiros em território nacional ou de brasileiro em

Tráfico humano: o auge da exploração na Espanha

Em apenas cinco anos, a polícia resgatou 5.675 vítimas de tráfico de pessoas que estavam sendo submetidas à exploração sexual ou de trabalho pela força. A grande maioria eram mulheres que tinham sido arrancadas de seu país de origem com enganos ou violência e, quando chegavam à Espanha, eram forçadas à prostituição em condições de cruel escravidão. O relatório da polícia que mostra esses números revela que estão começando a dar fruto as políticas de perseguição do tráfico de seres humanos, mas também mostra a magnitude de uma atividade criminosa multinacional que já atinge quase o mesmo volume, em termos do dinheiro que move, que o tráfico de drogas ou de armas. Se as 4.500 mulheres resgatad

Em benção de páscoa, Papa fala de novas formas de escravidão

CIDADE DO VATICANO - O papa Francisco criticou o modelo econômico atual e fez um apelo para que os fiéis no mundo todo "socorram os novos escravos", imigrantes, vítimas de trabalhos desunamos e da discriminação. O pedido foi expresso durante a benção "Urbi et Orbi" ("À cidade de Roma e ao mundo"), neste domingo de páscoa, no Vaticano. "Os pobres são testemunhas da escandalosa realidade de um mundo ainda marcado pela lacuna entre o número de indigentes exterminados, privados do mínimo necessário, e a minúscula proporção de pessoas que detêm quase a totalidade das riquezas e pretendem determinar o destino da humanidade", disse Jorge Mario Bergoglio, em uma das mensagens mais importantes da I

Indústria mantinha 31 pessoas em situação análoga à escravidão

Trinta e um trabalhadores em condição análoga a de escravos foram resgatados, no último mês de março, em Nova Maringá/MT (369 km de Cuiabá), em uma ação conjunta da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso (SRTE/MT), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Gerência de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil. As vítimas trabalhavam no manejo da soja para a multinacional chinesa COFCO Agri, indústria de processamento de produtos agrícolas com sede nacional em São Paulo e instalações em todo o país. Além dos 30 trabalhadores resgatados, um está em tratamento de saúde por ter sofrido acidente de trabalho e segue vinculado à empresa. A COFCO foi autuada pela SRTE no último

Nossas Redes Sociais
  • Facebook Social Icon
  • YouTube
  • Instagram
Participe!
Assine o nosso manifesto contra o PLS 432/13 e o PL 3.842/12, que pretendem reduzir o conceito de trabalho escravo contemporâneo no Brasil. 
Arquivo

CONTATO

+55 31 9 9449-2272
Endereço 
Av. João Pinheiro, 100
Edifício Villas Boas, Sala 1404

Belo Horizonte, MG 30130-180

Atendimento ao público

Segunda, terça, quarta e sexta

11h30min às 13h30min

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram