Mali é o terceiro país Africano a ratificar o Protocolo sobre Trabalho Forçado

Como o quinto país a ratificar o Protocolo sobre o Trabalho Forçado, Mali se junta ao Níger, ao Reino Unido, à Noruega e à Mauritânia, comprometendo-se a acabar com a escravidão moderna e garantir trabalho decente para todos.


Em 2012, Mali reforçou suas leis nacionais sobre o trabalho forçado e estabeleceu um Comitê Nacional de Coordenação para combater o tráfico de seres humanos. "A República do Mali sempre quis que seus trabalhadores tivessem acesso a empregos dignos e que fossem protegidos contra os abusos decorrentes do trabalho forçado, o trabalho infantil, o tráfico de pessoas e escravidão moderna", disse Fassoun Coulibaly, Diretor Nacional do Trabalho para Mali. "Ao ratificar o Protocolo, Mali está fazendo um compromisso para acabar com o trabalho forçado e mobilizar os recursos necessários para alcançar este objetivo. Nós fazemos um apelo a outros países para que eles também se disponham a combater este flagelo global".


Desde que foi lançada, em junho de 2015, em Genebra, a campanha 50 for Freedom tem realizado vários eventos ao redor do mundo – incluindo Londres, Lusaka, Buenos Aires, Addis Abeba e Paris – para aumentar a consciência das pessoas sobre a escravidão moderna e promover a ratificação do Protocolo do Trabalho Forçado.


Saiba mais sobre a campanha CLICANDO AQUI!



Saiba mais sobre o assunto

Clique aqui para conhecer a história de alguns dos pescadores resgatados! 

Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

CONTATO

+55 31 9 9449-2272
Endereço 
Av. João Pinheiro, 100
Edifício Villas Boas, Sala 1404

Belo Horizonte, MG 30130-180

Atendimento ao público

Segunda, terça, quarta e sexta

11h30min às 13h30min

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram